Viver em tempos incertos – aprenda a gerir a ansiedade.
gerir a ansiedade

Viver em tempos incertos – aprenda a gerir a ansiedade.

Vivemos tempos incertos, e é normal a ansiedade aparecer. Até há bem pouco tempo a nossa vida tinha sido como sempre foi até àquele momento: todos os dias acordávamos, íamos trabalhar, almoçávamos com os colegas, trabalhávamos outra vez, íamos buscar as crianças à escola, podíamos ir beber café com os amigos, jantávamos, dormíamos e no dia seguinte tudo começava de novo.

Mas, nos últimos meses a nossa vida mudou drasticamente, e ainda que de vez em quando vá parecendo mais ou menos normal, a verdade é que já não é como antes.

Termos perdido o nosso trabalho, estarmos confinados dentro de casa, não podermos abraçar as pessoas que gostamos, ou até o medo de ficarmos doentes, provoca uma enorme ansiedade em todos nós. E a incerteza de o que é que o futuro nos reserva também não ajuda.

Antes de partilhar consigo uma série de dicas para viver melhor esta fase difícil, queremos só recordar o quão normal é sentir-se nervoso, ansioso ou até mesmo assustado com esta situação.

Sinais de que é preciso agir.

A ansiedade aparece de várias formas. E não precisa de ter palpitações, ou estar excessivamente emotivo, para que algo não esteja bem. Ora veja algumas formas sobre as quais a ansiedade, relativamente a um futuro incerto, se manifesta:
Necessidade de estar sempre ocupado – pode significar que quer evitar confronto o que se passa dentro de si,
Esquecer-se de tudo com facilidade – uma mente exausta tem menos capacidade de reter informação,
Falta de apetite – um dos grandes sintomas da ansiedade,
Desinteresse generalizado – não lhe apetece fazer nada, já nem sequer liga a televisão.

Estar durante um longo período expostos à ansiedade é altamente prejudicial, não só para o nosso bem estar emocional, mas também para a nossa saúde física. Ela pode provocar tensões e dores musculares, doenças cardiovasculares, úlceras gástricas e muito mais. Veja com atenção as técnicas que se seguem, e comece hoje a baixar os seus níveis de ansiedade.

Aprenda a deixar a ansiedade ir.

É certo que neste momento, a sensação de não conseguirmos prever, ou ter controlo sobre o nosso destino pode ser aterrorizador, mas será que alguma vez tivemos controlo, em primeiro lugar?

Bom, se antes da pandemia algum de nós pudesse controlar o fluxo da vida e do universo, certamente não estaríamos a viver uma pandemia!

E como não temos controlo, a decisão mais sensata será mesmo deixar ir, e aceitar que o que quer que seja que aí vem, é o melhor para nós. O que tiver que ser será, e quanto menos resistirmos à mudança, mais facilmente a vamos conseguir entender e aceitar.

Quando algo for mesmo difícil de aceitar, procure mudar a sua perspectiva. Às vezes só precisamos de olhar para as coisas de um outro ângulo, para vermos que tudo tem o seu lado positivo. Podemos olhar para as situações e os acontecimentos de vários pontos de vista, e todos eles são reais – cabe-nos a nós decidir para que lado é que queremos olhar.

Cuide de si.

Estamos a viver uma situação complicada, mas temos a oportunidade de a tornar o mais confortável possível. Cuidarmos do nosso físico, emocional e espiritual vai certamente permitir-nos ultrapassar melhor esta situação, e de certeza sair melhor dela. Aqui ficam algumas ideias para começar hoje a cuidar de si:

  • Beba água,
  • Respire profundamente,
  • Tome um banho relaxante,
  • Leia um bom livro, ou ouça a sua música favorita,
  • Mantenha-se em movimento, mesmo que isso signifique fazer exercício em casa,
  • Medite,
  • Cumpra com a sua rotina de sono,
  • Procure ajuda sempre que precisar.

Visite o Instituto Hoya – estamos ansiosos por o receber.