Como funciona a drenagem linfática?

Como funciona a drenagem linfática?

A drenagem linfática é um dos tratamentos mais conhecidos para a retenção de líquidos. A retenção de líquidos é um problema comum, especialmente nas mulheres. Para além de estar na origem da celulite, inchaço, varizes, e outros fenómenos pouco estéticos, pode também conduzir a problemas de saúde mais graves.

Fique atenta para aprender tudo sobre a retenção de líquidos e de que forma é que a drenagem linfática a pode beneficiar, quer em termos estéticos, como também na sua saúde.

 

Em que consiste a drenagem linfática?

A drenagem linfática é uma técnica de massagem manual, que estimula o funcionamento do sistema linfático. Ela promove um maior movimento dos fluídos dentro do corpo, impedindo a tão indesejada retenção de líquidos.

Para além disso, esta técnica vai também aumentar a circulação sanguínea, combater a tão indesejada celulite e promover um relaxamento generalizado dos músculos.

Explicando de uma forma simplificada, a linfa é um líquido que viaja pelo nosso corpo através do sistema linfático, e onde ficam acumuladas algumas das substâncias tóxicas que são expulsas pelas nossas células. Tudo isto acontece durante o processo de reabastecimento e limpeza das nossas células, fortemente promovido pelo sistema sanguineo.

Ao longo do tratamento, a drenagem linfática retira a linfa que se encontra acumulada entre as células, permitindo que as impurezas e gorduras presentes na linfa, não se alojem ou acumulem no nosso corpo. Assim, esta técnica irá reduzir os tão indesejados inchaço, celulite ou linfedema.

A drenagem linfática é contraindicada para pessoas com infeções graves, pacientes com risco vascular e para pacientes que estejam a tomar alguns medicamentos específicos da quimioterapia.

 

O que acontece quando a linfa não é drenada?

A linfa, assim como o sangue, está constantemente envolvida nas trocas metabólicas que ocorrem em cada uma das nossas células. As glândulas linfáticas, ou linfonodos, são fundamentais para o bom funcionamento do nosso sistema imunitário. Eles são os responsáveis por reconhecer substâncias tóxicas, germes ou infeções, e a linfa circula por todo o corpo até eles, para lá ser filtrada.

O transporte de gordura – principalmente na forma de triglicerídeos – e vitaminas é feito pela linfa do intestino, que é depois transportada até ao fígado. Aqui, os nutrientes são encaminhados para o sistema circulatório de forma balanceada.

Quando há uma melhora na circulação da linfa, há também uma maior oxigenação dos tecidos do corpo. Quando, pelo contrário, há uma retenção de líquidos, esta pode levar à origem de edemas (inchaços).

Estes edemas podem ser sintomas de insuficiência cardíaca, doenças renais ou até de falência hepática. No entanto, a causa mais frequente é a má circulação, que impede que o sangue circule com facilidade por todo o corpo.

Quando existe uma retenção deste líquido – a linfa, no nosso corpo, estamos a falar de uma acumulação de uma substância composta por água, proteínas, gorduras e resíduos provenientes das células. Não precisa de ser um especialista para entender que isso não é nada benéfico para a sua saúde.

 

Opções de Tratamento

A drenagem linfática vai aumentar a circulação sanguínea e evitar o acumular desta linfa. Dependendo da gravidade da situação, poderão ser necessárias várias sessões, mas regra geral já se poderão verificar resultados positivos após a primeira sessão.

Recomendamos que, a par com a drenagem linfática sejam alterados alguns hábitos menos saúdaveis (como o tabagismo, a má alimentação ou stress) para evitar que a retenção de líquidos volte a acontecer.

 

Bambuterapia como alternativa

Para melhores resultados, recomendamos também a bambuterapia. Esta terapia consiste numa técnica de drenagem manual, que é feita com o auxílio de hastas de bambu (com diferentes tamanhos).

Nauturalmente, a bambuterapia é menos indolor, mas tem muitas das vezes resultados mais eficientes e rápidos.

Esperamos que estas informações tenham sido úteis, e ficamos à espera de o conhecer melhor, numa visita ao nosso instituto.