A Vida e os Ensinamentos de Buda: tudo o que precisa de saber.

A Vida e os Ensinamentos de Buda: tudo o que precisa de saber.

A vida de Siddhartha Gautama, mais conhecido por Buda, é uma vida notável mesmo para os padrões da sociedade actual.

Nascido príncipe no nordeste da Índia há cerca de 2.500 anos, abandonou uma vida de luxo e de facilitismo para procurar uma resposta para o grande problema do sofrimento humano. O que encontrou após anos de meditação e contemplação constituiu um dos mais importantes ensinamentos religiosos do mundo e teve um profundo impacto em milhões de pessoas através de séculos e culturas.

No mês do seu aniversário, venha conhecer mais sobre quem foi Buda, e o que podemos aprender com ele.

Quem era Buda?

Siddhartha Gautama, que mais tarde ficou conhecido como Buda, nasceu em Lumbini, Nepal, no século VI AC. O seu pai era um rei, e Siddhartha foi criado em grande luxo. Aos 29 anos de idade, contudo, renunciou à sua vida de privilégio e tornou-se um asceta errante. Durante os seis anos seguintes, estudou com vários professores, mas não encontrou verdadeira satisfação em nenhum dos seus ensinamentos. Finalmente, sentou-se debaixo de uma árvore e jurou não se mover até encontrar a iluminação.

A vida de Buda é um excelente exemplo de como viver uma vida boa e com significado. Depois de alcançar a iluminação, Buda passou o resto da sua vida a ensinar outros a encontrar a mesma paz e felicidade que tinha encontrado. Ele mostrou às pessoas que é possível superar o sofrimento e encontrar a verdadeira felicidade seguindo o Nobre Caminho Óctuplo.

Os ensinamentos de Buda ainda hoje são relevantes, e fornecem-nos um guia para vivermos uma boa vida. Seguindo os seus ensinamentos, podemos aprender a viver em harmonia com os outros, superar as nossas emoções negativas, e encontrar a verdadeira felicidade.

Os ensinamentos de Buda

Os ensinamentos de Buda oferecem um caminho para o esclarecimento e a paz interior. Ensinam-nos como viver em harmonia com os outros, e como superar os obstáculos que enfrentamos na vida. Os ensinamentos de Buda são relevantes hoje como eram há 2500 anos, e oferecem-nos uma forma de melhorar as nossas vidas e de encontrar a felicidade duradoura.

A principal filosofia do budismo é que tudo está sempre a mudar, e isso inclui-nos a nós próprios. Nunca somos a mesma pessoa de um dia para o outro, por isso nunca nos devemos agarrar a coisas que estão constantemente a mudar.

Esta filosofia pode ser aplicada à nossa vida quotidiana para nos ajudar a tornarmo-nos mais pacíficos e satisfeitos. Podemos aprender a deixar de lado a nossa raiva, frustração e ganância, e em vez disso concentrarmo-nos no momento presente. Esta é a chave para a felicidade.

As quatro nobres verdades

Os ensinamentos de Buda centram-se nas Quatro Nobres Verdades e no Nobre Caminho Óctuplo. As Quatro Nobres Verdades são:

  1. A vida é sofrimento.
  2. O sofrimento é causado pelo apego e apego.
  3. A cessação do sofrimento é possível.
  4. O caminho para a cessação do sofrimento é o Oitavo Caminho.

Nobre Caminho Óctuplo.

O caminho octogonal é uma filosofia budista que prescreve uma forma específica de viver para alcançar o Nirvana. Os oito passos são: visão certa, intenção certa, discurso certo, acção certa, sustento certo, esforço certo, atenção certa, e concentração certa.

Viver pelo caminho de oito passos pode ser difícil, mas diz-se ser a forma mais directa de alcançar o Nirvana. O caminho não se destina a ser seguido na perfeição, mas sim a ser utilizado como guia para nos ajudar a viver as nossas vidas da melhor maneira possível.

  • Compreensão correcta (Samma ditthi)
  • Pensamento correcto (Samma naufragou)
  • Discurso correcto (Samma vaca)
  • Acção correcta (Samma kammanta)
  • Meio de vida correcto (Samma ajiva)
  • Esforço certo (Samma vayama)
  • Cautela certa (Samma sati)
  • Concentração correcta (Samma samadhi)

Praticamente todo o ensino do Buda, ao qual se dedicou durante 45 anos, lida de uma forma ou de outra com este caminho. Explicou-o de diferentes maneiras e em diferentes palavras a diferentes pessoas, de acordo com a fase do seu desenvolvimento e a sua capacidade de o compreender e seguir. Mas, a essência destes muitos milhares de discursos dispersos nas escrituras budistas encontra-se no Nobre Caminho Óctuplo.

Não se deve pensar que as oito categorias ou divisões do caminho devam ser seguidas e praticadas uma após a outra na ordem numérica, tal como consta da lista habitual acima. Mas, devem ser desenvolvidas mais ou menos simultaneamente, na medida do possível de acordo com a capacidade de cada indivíduo. Estão todos ligados entre si e cada um ajuda o cultivo dos outros.

O que é o Nirvana?

O Nirvana é um estado de perfeita paz e felicidade. É o objectivo último do budismo e diz-se que é a felicidade suprema que pode ser alcançada nesta vida. O Nirvana é um estado de espírito que pode ser alcançado através da meditação e vivendo uma vida boa e moral.