8 Formas Naturais de Melhorar os sintomas da Depressão

8 Formas Naturais de Melhorar os sintomas da Depressão

A depressão é uma doença mental séria, e que deve ser tratada com tal. Contudo, existem algumas formas mais naturais de o ajudar no processo de cura e a tratar os sintomas.

Cada vez mais pessoas sofrem de depressão, o que não é de espantar com o mundo em que vivemos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é a principal causa de incapacitação no mundo.

Não existe uma idade específica, nem uma única razão para esta nos bater à porta. Além disso, esta pode aparecer na forma de vários sintomas, como a tristeza profunda, sentimentos de perda ou raiva, e até alterações do sono.

Qualquer que seja a sua situação, para além de procurar ajuda médica, existem alguns remédios e terapias naturais que o podem ajudar a combater a situação. Fique atento para conhecer as nossas sugestões.

1. Pratique exercício físico

A prática de exercício físico provoca alterações no nosso organismo. Para além de ativar o metabolismo e estimular a circulação sanguínea, também provoca alterações no sistema endócrino, e por isso ativa a produção de hormonas que nos fazem sentir bem e felizes.

Isto não significa que precise de passar os dias no ginásio, ou fazer corridas de uma hora todas as manhãs, se não gostar. Fazer alguns alongamentos quando acordar, e dar uns passeios ao fim do dia já pode ser uma boa ajuda contra a depressão. Por exemplo, fazer caminhadas curtas de 5 ou 10 minutos, aumenta a energia e reduz a tensão.

2. Cheire a Lavanda.

Esta plantinha poderosa, que podemos encontrar com facilidade no supermercado, ou em diversas lojas, é conhecida por estimular a produção de melatonina (a hormona do sono) e ajudar as pessoas a dormirem melhor.

Uma vez que as pessoas com depressão podem sentir algumas dificuldades em adormecer, ou sofrer de insónias, ter um saquinho com alfazema na mesinha de cabeceira, vai ajudá-lo a dormir melhor. E, conseguir dormir bem é muito importante para melhorar os sintomas da depressão, e se sentir melhor durante o dia.

3. Apanhe sol.

Especialmente durante o inverno, em que os dias são mais curtos e mais escuros, é natural que nos sintamos mais em baixo, e alguns de nós chegam mesmo a desenvolver um tipo de depressão conhecida como ‘transtorno afetivo sazonal’.

Tirar uns minutos por dia para estar em contacto com a luz do Sol vai ajudar, e muito, por isso, sempre que possível, saía e apanhe sol.

4. Faça compostagem.

A compostagem, para além de ser amiga do Ambiente, pode ajudá-lo a sentir-se melhor.

Praticar a compostagem consiste em decompor os resíduos orgânicos, como por exemplo restos de alimentos, num recipiente com terra, no qual microrganismos, como bactérias e fungos, irão decompor esses resíduos. No final, teremos um composto rico em nutrientes e que pode ser utilizado para fertilizar a terra.

De acordo com um estudo, estar em contacto com uma bactéria presente neste húmus, não só funciona como antidepressivo, como também pode diminuir alergias, náuseas e dor.

5. Tenha um diário de humor.

Monitorizar regularmente o estado do seu humor, é uma ferramenta poderosa contra a depressão. Ao ter um caderno em que regista diariamente o seu estado de humor, e tenta refletir sobre as possíveis causas para se sentir de determinada forma, vai não só conseguir estar mais atento à forma como se sente, como também vai conseguir reforçar as coisas positivas, não deixando que os maus momentos o deitem abaixo.

6. Mantenha uma vida social, mas com calma.

Ter uma vida social ativa, e fazer atividades com amigos é importante para o bem estar da nossa saúde mental, mas em excesso pode ter o efeito contrário. Manter laços de amizade, e combinar encontros regulares com dois ou três amigos mais chegados faz com que se sinta melhor, e se consiga abstrair um pouco dos sintomas da depressão.

Contudo, tenha atenção e seja generoso consigo. Isto porque situações sociais com demasiadas pessoas podem constituir um fator extra de stress e fazê-lo sentir-se pior.

7. Coma açafrão.

Consumir alimentos com Açafrão pode aumentar os níveis de serotonina e outras substâncias que nos fazem sentir bem, de acordo com um estudo do Journal of Ethnopharmacology. O mesmo estudo indica ainda que este consumo pode ser tão eficaz como a toma de fluoxetina (medicamento antidepressivo), sem os seus efeitos secundários.

8. Medite.

Segundo o Centro de Saúde Mental e Dependência, no Canadá, a meditação pode ser uma excelente ferramenta para melhorar os sintomas da depressão, e inclusive evitar recaídas.

Se não está habituado, nem sabe como meditar, agende hoje a sua Meditação Guiada no Instituto Hoya, e comece a sentir-se melhor!