A Massagem & os seus incríveis Benefícios

A Massagem & os seus incríveis Benefícios

Hoje a conversa é sobre uma coisa que AMAMOS aqui no Instituto Hoya – a massagem! Uma prática milenar, com tanto potencial, e que permite uma cura eficaz por fora e por dentro.

Venha conhecer os benefícios da massagem, e de que forma é que esta pode melhorar a sua qualidade de vida, quer a nível físico, quer emocional, porque todas as nossas dores físicas são o nosso corpo a manifestar as dores que a nossa alma já não consegue aguentar mais.

 

Origens da massagem

A massagem é uma das mais antigas e simples formas de terapia. E sabe-se que é utilizada com fins terapêuticos, no Oriente, há milhares de anos.
Em pinturas de murais e nas cerâmicas há registros de desenhos do uso das técnicas de massagem na China, Japão e Egito e há mais de 5 mil anos.

No Ocidente, a massagem era utilizada nas medicinas grega e romana. Hipócrates, o “Pai da Medicina”, recomendava “esfregar” para ajudar o corpo. Asclepíedes, outro médico grego, teve uma grande influência no desenvolvimento da massagem.

O uso da massagem como prática clínica desapareceu na Idade Média. Nessa época, a Igreja via a massagem como algo com conotação sexual, e reprovava-a. Apenas no século XVI, graças ao cirurgião francês Ambroise Paré, voltou a fazer parte das nossas vidas, e ganhou o destaque tão conhecido hoje.

 

Relação do físico com o emocional.

Hoje sabemos que curar uma dor física (como uma dor de costas) exige muito mais do que uma simples massagem na zona em questão. Graças aos avanços na ciência, sabemos que a grande maioria das nossas doenças tem uma origem sintomática.

Ou seja, quando estamos tristes ou deprimidos, quando acumulamos demasiado stress, ou quando estamos expostos a situações desagradáveis, o nosso cérebro ativa uma série de mecanismos que, a longo prazo, podem resultar em dores físicas, ou até doenças graves.

As nossas diferentes dores espelham a forma como nos sentimos, e a nossa saúde emocional, e cada diferente dor pode estar associada a uma origem diferente.

 

Dores de cabeça

As dores de cabeça constantes podem ser provocadas por um excesso de informação, mas também pelos nossos próprios pensamentos e reflexões. Pessoas que são mais intelectuais e racionais, muitas vezes suprimem suas emoções e têm dores de cabeça. Estas dores podem também indicar baixa autoestima, medo e excesso de autocrítica.

 

Pescoço

O pescoço é a parte que conecta a razão (cabeça) e os sentimentos (corpo). Ter dores no pescoço pode significar um conflito entre a nossa parte mais racional/ material e as nossas emoções/ espiritualidade.
Estas dores são então resultado da nossa rigidez, e mostram que estamos a tentar evitar uma situação em vez de a enfrentar. As dores de garganta (que fica no pescoço) podem significar uma dificuldade em dizer “Sim” ou “Não”.

 

Costas

As costas simbolizam um pilar na vida. Problemas nas costas indicam falta de apoio moral/emocional. A pessoa acredita que ninguém a ama ou sente necessidade de esconder o seu próprio amor. Se a pessoa perde a mobilidade, significa que ela não pode demonstrar seu amor às outras pessoas, se doer do lado esquerdo, ou ao mundo, se a dor for maior no lado direito.

 

Parte inferior das costas

A parte inferior das costas, por ser diferente da dor de costas generalizada, vai merecer alguma atenção extra da nossa parte, uma vez que está relacionada a conflitos e culpa. Toda a atenção é atraída para o passado. A parte inferior das costas está associada aos bens materiais, dinheiro, parceiro (a), casa, filhos, trabalho, educação e etc.
A dor na lombar demonstra que a pessoa necessita possuir algo mais, para ser mais autoconfiante.

Articulações

Dores nas articulações podem estar relacionadas com raiva e inveja acumuladas. Geralmente acontece a pessoas que desejam tanto ser perfeitas em tudo e não se permitem sentir as suas emoções, e/ou a ficar com raiva. A artrite geralmente ataca as pessoas justas e que são muito críticas sobre si mesmas. Já as luxações frequentes indicam que a pessoa se deixa ser facilmente manipulada pelas demais. Problemas no joelho demonstram orgulho, teimosia, medo reprimido e fraqueza.

 

O que esperar de uma massagem no Instituto Hoya?

No Instituto Hoya olhamos para cada paciente como um todo. Sabemos o quão importante é auxiliar no alívio do sintoma físico, para aumentar o conforto do paciente, e permitir abrir espaço para a cura interior. Mas também sabemos que se não tratarmos o que está na origem destes sintomas, eles irão retornar, e vão certamente comprometer o resultado do tratamento.

Por todas essas razões, damos também espaço e recursos para que entenda o que está na origem das suas dores, e que se permita curar as feridas emocionais e espirituais que as estão a provocar.

O seu tratamento irá acontecer de forma holística, entendendo as diferentes dimensões da sua vida como um todo, e atuando onde precisa de ser atuado. Sem que com isso precise de partilhar ou remexer em memórias passadas e dolorosas. O processo acontece dentro de si, e para consigo.

Marque hoje a sua visita.